Pregação – Sabedoria X força | Eclesiastes 7.15-20

A sabedoria fortalece o sábio, mais do que dez poderosos que se encontram numa cidade.

Eclesiastes 7:19

Vamos começar avaliando o v. 20. Salomão diz que não há homem (ser humano, pessoa) justa sobre a terra, que faça o bem e não peque.

Essa verdade deve nos alerta para o fato de que nenhum de nós será perfeito. Isso já deve ajustar nossas expectativas quanto a nós mesmos e às pessoas.

Muitos problemas no casamento, por exemplo, é a frustração porque o cônjuge não foi o príncipe encantada ou a princesa da Disney que um e outro queriam.

Você casa com pecadores, se relaciona com pecadores, tem filhos pecadores, tem irmãos em cristo pecadores e é pastoreado por um pecador. A diferença é que todos os salvos foram alcançados pela graça e por ela são capacitados a exercerem seus papéis bíblicos, ainda que estejam num processo.

Até o pastor, então como ele pode pastorear? Ele pode pastorear pelo dom que Deus deu a ele e buscando sempre a máxima fidelidade. Assim como as ovelhas devem fazer em seu discipulado pessoal também. Todos seguimos os passos de Jesus

Bom, baseados nisso, vemos que o bom mesmo é a sabedoria. Ela nos ajuda a sairmos ilesos de nossa condição de regenerados em processo de santificação em todos os desafios que se apresentam.

Ser uma pessoa sábia chega a ser melhor do que ser uma pessoa poderosa, melhor do que dez pessoa poderosas juntas! Você acredita nisso? Está na Palavra de Deus, digna de toda a nossa aceitação.

Mesmo porque os poderosos se deslumbram com seu poder e passam a ser tolos ocupados com seus próprios planos e projetos. A sabedoria nos mantém focados no todo poderoso Senhor, que em tudo nos dirige, fortalece para os desadios e abençoa, segundo Seu perfeito plano para nós.

Quando não entendemos que é a graça que cuida de nós tendemos a buscar extremos.

Como ser justo demais ou sábios demais (aos nossos próprios olhos): isso nos faz confiar na auto-justiça, achando que quanto mais perfeitos tudo vai dar certo para nós.

E numa sabedoria divorciada de Deus, que é falsa, uma vez que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria.

O perfeccionismo e a confiança exagerada nos detalhes destrói a alma em angústia.

Ou então o extremo é outro: a pessoa confia na sua capacidade de fazer o mal para obter vantagem e nesse caminho prossegue, enveredando em várias loucuras. E morre antes do tempo.

Por isso no início ele diz: tem justo que perece mesmo sendo justo e ímpio que prospera mesmo sendo injusto. Ou seja: há uma lógica que nós não entendemos, por mais que nos esforcemos pensando ou fazendo qualquer coisa a respeito disso.

Apenas Deus entende este caminho. Todavia, na Bíblia há muita reflexão boa sobre o assunto.

Você precisa considerar isso. Suas escolhas aqui têm consequências com duração eterna.

O “prazer” dos ímpios é por um tempo. E mesmo que pareça muito do ponto de vista desta vida, não será da medida de um átomo na próxima, e teremos e mesma eternidade para agradecer a Deus pelas renúncias que fizemos aqui!

Foi a esta conclusão que chegou o salmista no salmo 73.

Os ímpios só parecem prosperar quando consideramos as coisas a curto prazo. Mas na eternidade perceberemos com maior clareza ainda que eles sacrificam as coisas eternas em troca das coisas temporárias.

A sabedoria é sempre melhor.

Que esta seja a nossa tranquilidade nesta terra, sempre. Em Nome de Jesus, amém!

Pr. Leandro Hüttl

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close