Estudo EBD: A autoridade sobre a igreja e a obra interior do Espírito Santo

1 CORÍNTIOS 2.1-16

Muitas vezes, quando ouvimos o versículo 9, fomos ensinados que ele estava falando do céu e do porvir. Apesar do céu ser um lugar maravilhoso e certamente Deus ter guardado surpresas para os que creem no Seu Filho e têm, pela graça, a herança da salvação guardada, este versículo não está falando do céu, mas de coisas que experimentamos aqui na terra.

Percebamos que Paulo diz que “está escrito” e este texto é uma citação do AT: Ler Isaías 64.4.

O que ocorre aqui é que, desde os tempos passados, Deus tinha um plano perfeito para resolver o problema do homem, o pecado. E, no devido tempo, revelou ao mundo o Evangelho.

O Verbo, entretanto, foi revelado de maneira maravilhosa também nas Escrituras Sagradas.

Nos versículos 10-11, Paulo deixa claro que tudo o que é dito e ensinado acerca do Evangelho é por revelação de Deus. Em função do abismo ontológico que existia entre nós e Deus, não somente pelo pecado, mas pela nossa limitação de quem somos e Ele é, tudo o que chega para nós, pela Bíblia, é Deus Se revelando ao homem, afim de cumprir este propósito de salvação.

Nos v.12-13, aprendemos que os apóstolos e os escritores da Bíblia foram inspirados por Deus para escrever as coisas que ninguém conhecia e Deus revelou. O objetivo era registrar e garantir a preservação da mensagem de Deus para o ser humano. Aquela que os ouvintes do primeiro século receberam. Ela está na Bíblia.

Em 2Tm 3.16, sabemos que toda a Palavra de Deus é inspirada. Nos v. 14-16 nos é dito que todo crente recebe iluminação da parte de Deus para poder compreender as coisas espirituais, ou seja, a mensagem do Evangelho, o arrependimento, a fé, a santificação, a necessidade de renúncia deste mundo, o amor de Deus, a Sua graça e todas as bênçãos espirituais que recebemos da parte de nosso Senhor.

A revelação foi um ato único de Deus para trazer conhecimento da Sua verdade à experiência humana, a inspiração foi exclusiva para aqueles que escreveram e registraram essas verdade. Mas, a iluminação é algo certo para todos os que creem, e é ela que nos garante que temos a mente de Cristo, no sentido de que saber e entender a Sua Verdade.

Não precisamos de profetas, profetizas, apóstolos e apostolizas, mas sim, da graça de Deus. Isso é segurança espiritual./.0

A iluminação não significa que sabemos tudo o que está na mente de Deus, mas o que Ele quis comunicar chegará até nós, sempre que buscarmos. Também não significa que não precisamos de Mestres da Palavra, para nos ajudar a entender as questões mais complexas, que exigem um trabalho mais árduo de interpretação.
Porém significa dizer que, quando eu leio a Bíblia, tenho a ação do Espírito Santo em mim, se eu cri, pela graça, no Evangelho de Cristo.

A autoridade sobre a igreja, portanto, é a Palavra revelada e a ação do Espírito Santo no coração de quem a recebe e não uma coisa ou outra.

A Palavra é autoridade, porém, eu preciso da ação do Espírito a fim de entender e receber com fé a mensagem que me transformar. Primeiro, o Espírito Santo faz isso gerando nova vida em mim – precisamente aplicando a obra de Redenção planejada pelo Pai e consumada pelo Filho. Aqui começa a ação sobrenatural na minha vida para que eu entenda a Bíblia Sagrada, mesmo quando alguém me ensina, quando ouça a pregação, eu sempre tenha a obra contínua do Espírito em meu coração regenerado por Ele.

Compreender a autoridade de Cristo, das Escrituras e do Espírito Santo como autoridade sobre a igreja é fundamental, pois, é através do meu entendimento de autoridade sobre a minha fé que toda a minha vida espiritual terá seu curso definido. Isso é precisamente a diferença entre segurança e risco.

A quem você entrega o governo da sua fé? Nas escrituras temos concentrado tudo o que Deus queria revelar a nós. A Bíblia é SUFICIENTE para cremos e perseverarmos.

Somente a conversão não garante um estilo de vida no padrão que Deus espera dos salvos. É preciso aceitarmos que há um processo de santificação e que a Bíblia, a oração e a comunidade de fé são os meios de graça para eu crescer.

Os efeitos do pecado em nós precisam ser compreendidos de maneira bíblica. Primeiro, vamos nos lembrar quem éramos antes de tão grande salvação. Nossa depravação da natureza humana era total. Cegos e mortos espirituais. Há um hino que diz: “quando Jesus, estendeu a Sua mão… quando estendeu a sua mão para mim… eu era cego, perdido, sem Deus, sem Jesus, quando Ele estendeu Sua mão para mim”…

Ao sermos salvos, somos libertos desta morte e recebemos nova Vida. Cristo nos ilumina e deixamos de ser cegos:

Pois Deus que disse: “Das trevas resplandeça a luz”, ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo.

2 Coríntios 4.6


Efésios diz mais: EF 5.6-15

Assim, é preciso que os salvos entendam que precisam continuar caminhando na luz do Senhor. E essa luz é a Sua Palavra. A conversão é a porta de entrada para o caminho cristão, mas precisamos continuar a andar.

E, para entender mais da Palavra do Senhor, precisamos dessa obra interior do Espírito Santo em nossas vidas ao lermos a Bíblia.

As pessoas querem muito poder no exterior, mas não no interior. Precisamos da luz vindo de dentro, nos fazendo brilhar nas trevas.

Quando Paulo diz que foi ter com os Cortíntios pelo poder do Espírito Santo, ele estava falando da capacidade do Espírito de convencer o pecador do erro e de operar a salvação quando pregamos o Evangelho.

Também, agora, precisamos dessa obra do Espírio Santo em nossa mente e em nosso coração, ao ler a bendita Palavra do Senhor. E, quando lemos ou ouvimos, precisamos de certezas e convicções, pois é Palavra divina.

Se você for comprar um carro, uma lista de vantagens é suficiente para lhe ajudar a tomar a decisão certa. Mas, para as decisões espirituais é preciso do trabalho do ES no meu coração, no íntimo, no interior, durante a leitura das Escrituras, a pregação e o estudo delas.

Vemos que muitas vezes nas pregações de Jesus as pessoas não entendiam e até os discípulos perguntavam a parte as coisas para Ele. O que acontece é que, sem ajuda do Espírito, somos incapazes de entender a pregação, a leitura, a audição ou o estudo da Palavra de Deus.

Não podemos desprezar a obra do Espírito, porque nós precisamos dEle, desesperadamente, assim como foi para a conversão, assim também na santificação por meio da Palavra que nos lava.


Sem Ele, ficamos apenas com o conhecimento deste mundo, desta era, pelo qual as pessoas chegaram a crucificar o Senhor da glória, pois não entenderam nada.
O pecado que habita em nós e que precisamos trabalhar para a santificação obscurece nosso entendimento. Chegamos às vezes ao ponto de colocar o que queremos no texto bíblico – ao invés de extrair dele o que que ele diz.

Mas, pela ação do Espírito essa condição é superada e podemos beber do Verbo, comer da Palavra, alimentar o nosso coração, obter ensino para nossa mente mudar e irmos crescendo a cada dia na nova vida em Cristo.

É nesse momento que, para o crente, se evidencia o poder de Deus, nossa fé é fortalecida e conhecemos os segredos que nem olhos viram e nem ouvidos ouviram, vamos recebendo mais da mente de Cristo.

Tudo isso pela obra interior do ES em mim e em você. Ele está cumprindo nos salvos aquilo que a Palavra promete:

  1. Jo 14.26
  2. Jo 16.13,14

Ou seja, aquilo que o ES revelou e inspirou pessoas para escreverem, agora Ele trabalha em nós. A mesma verdade que Cristo pregou há 2.000 anos! Dependemos da luz do Espírito sobre a Palavra e da sua ação em nossas mentes e corações para crescermos. Precisamos do Espírito não para nos emocionar, mostrar coisas “lindas”, fazer show e rodopios no culto, mas para a Verdade, a fim de andarmos na nossa vida diária na Palavra do Senhor. Essa obra interior é feita na vida dos salvos, mas para isso, você tem que ler ou ouvir a Bíblia.

É Ele que produz frutos em nós, não tente ser santo, evangelizar ou servir sozinho. Esse é o ministério permanente do Espírito em nós.

O Ministério de Cristo foi aqui nesta terra e na cruz, o do Espírito Santo é em nosso coração e nossa mente, afetando nossas ações, pela Palavra.

Cristo é o Caminho e o Espírito Santo está trabalhando em nós para podermos caminhar na Palavra, na vontade do Pai.

O mesmo Paulo, nos deixa isso mais claro em outra de suas cartas

  • EF 3.8-13 – Fala do acesso a Deus pela fé, que é a conversão
  • Ef 3.14-19 – Fala, agora, da necessidade de continuar. Não é só conhecer Jesus. É preciso ser fortalecido para se apegar aos ensinos dEle, a Sua Palavra, pelo poder do Espírito ao nos iluminar os olhos da fé e ir nos transformando de glória em glória.
  • Ef 3.20-21 – o maravilhoso de tudo é que podemos confiar, pois garante o término do trabalho que Ele começou. Ele é fiel.

Que Deus nos ajude a sermos fiéis e sinceros até a morte, em Nome de Jesus, amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close